Vale Empreender: Como transformar sua marca referência no mercado?

Empreender é desafiador em qualquer área de atuação. E como sempre digo, não há fórmula mágica.

E na coluna Vale Empreender, do canal do Youtube do Jornal O Vale, a cada 15 dias vocês conferem um bate papo com um empresário da região.

No vídeo de hoje vocês conferem a história da diretora técnica da rede Cia Athletica, Monica Marques. Ela revela como chegou onde está e ainda dá dicas para quem quer empreender na área fitness. Confira:

Como traçar um plano de negócio?

Muitas pessoas me perguntam sobre dicas para abrir o primeiro negócio e a minha primeira resposta é: trace um  plano de negócio. É fundamental lembrar que antes de abrir um negócio é preciso traça-lo, desde o valor de investimento, até mesmo público alvo, produto ou serviço que serão oferecidos.

As principais perguntas são:

Qual o valor do seu investimento? (Lembrando que um negócio novo não gera lucro já nos primeiros meses, e as vezes, nem em anos)

Qual a solução que você entregará para o seu público alvo?

O seu público alvo pagaria por essa solução, por esse produto?

Onde está o seu público alvo?

Em quanto tempo quero ter esse investimento de volta?

Eu tenho um plano financeiro do meu negócio? 

Como eu vou divulgar meu produto ou serviço?

Quem são meus maiores concorrentes?

Quais são os produtos e/ou serviços que vou oferecer?

Essas perguntas são essenciais para criar o seu plano de negócio. Esse planejamento não elimina os riscos, mas evita que erros sejam cometidos pela falta de análise, diminuindo as incertezas do seu negócio.

Infográfico: Sebrae

Falei mais sobre o assunto na Rádio Aparecida. Quer saber mais? É só apertar o play:

Vale Empreender: Como tornar o seu negócio em franquia?

O Vale Empreender é a nova editoria de vídeos do jornal O Vale, onde a cada 15 dias trarei conteúdo exclusivo com empreendedores da região. Nesta quinzena apresento à vocês a empresária Valéria Verdi, que comanda a Torteria Haguanaboka. Se você é de São José dos Campos, certamente já ouviu falar ou já provou as delícias de lá.

A Torteria Haguanaboka é a primeira franquia de tortas caseiras doces e salgadas do Brasil. Há 28 anos, Valéria Verdi, diretora e fundadora da marca, resolveu trocar o emprego de professora concursada pelo empreendedorismo e transformar o hobby de família em negócio. Em 2015, ela deu início ao processo de expansão através de franquias, com o objetivo de legar o sabor e gostinho caseiro à outras cidades do país.

Quer saber como ela chegou até aqui? Aperta o play e confira meu bate papo com a empresária.

Sua empresa é saudável?

E ai, você sabe responder essa pergunta? Muitos empresários não sabem! Então se você respondeu sim, quero saber porque ela é saudável?

Listou? Então confira!

Com a instabilidade financeira do país nos últimos anos, muitas empresas deixaram de existir.

Dados nacionais:

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), cerca de 340 mil empresas foram fechadas no país nos últimos 3 anos (de 2015 a 2018). De acordo com a pesquisa, em 2016 deram entrada no mercado 648.474 empresas – o número mais baixo desde o início da série histórica do levantamento, iniciado em 2008 – enquanto 719.551 registraram saída.

O sonho de ter o próprio negócio infelizmente pode-se tornar um pesadelo para o pequeno empreendedor. Muitos perdem tudo, gerenciando o novo negócio de forma errada.

Pequenas empresas:

O Sebrae constatou que empresas pequenas fecham com até um ano de funcionamento. Porque?

7% dessas empresas fecham por falta de lucro, 20% encerram o negócio por falta de capital e quase 50% dos pequenos empresários do Brasil não sabem precisar se têm lucro ou prejuízo. Esses dados nos fazem constatar que as empresas fecham por falta de uma gestão adequada dos seus recursos.

Como acompanho de perto, principalmente as micro e pequenas empresas, o que mais percebo é a falta de informação do empresário na hora da gestão dos recursos. Começando pelos conceitos básicos de administração, fluxo de caixa, estoque, planejamento financeiro, entre outros.

Ter uma empresa saudável é ter indicadores que reconheça que sua empresa funciona bem, tais como:

– Capital de giro disponível: termo utilizado para a determinação dos recursos disponíveis dentro de uma empresa para realizar suas atividades, como reposição de estoques, pagamento de folhas salariais, de impostos e aquisição de novas tecnologias.

– Lucratividade: o desejo de todo gestor é aumentar os lucros e minimizar os custos, mas essa situação não ocorre em todas as gestões financeiras. A existência de um plano de negócios eficiente e preparado para encarar todas as possíveis situações pode ser o caminho para o sucesso empresarial.

– Cumprimento de metas: definir suas metas e valores são fundamentais para manter uma equipe motivada e saber por que e por quem está trabalhando. O não cumprimento destas indica que algo de errado ocorreu durante os processos de planejamento ou de produção.

Investimento na satisfação do cliente: todas as ações e planejamentos empresariais visam atender às necessidades de seus clientes. Vale ressaltar que um cliente contente sempre retorna e faz indicações, alimentando novamente o processo de compra e aquisição de produtos.

Não conseguiu listar? Ou esses tópicos não estão na sua lista? Está na hora de parar e remanejar algumas ações e colocar em prática novos planejamentos.

Dúvidas? Me envie um e-mail: [email protected]