Como alavancar as vendas com as datas comemorativas?

Neste ano houve um aumento de 1,9% nas vendas no comércio por conta do Dia dos Namorados, em comparação com o ano passado – a informação é da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

O Dia dos Namorados é hoje e você aproveitou a data para alavancar suas vendas? Aliás você já anotou no calendário todas as datas comemorativas que são importantes para o seu negócio?

Além das celebrações tradicionais, que beneficiam o mercado como um todo, há também aquelas datas exclusivas para quem vendo via e-commerce, como o Black Friday, por exemplo.

A mudança de estação também podem mudar o consumo do seu cliente. Você está atento a isso? O inverno chegou e qual a estratégia do seu negócio?

Uma data comemorativa é meio caminho andado para lucrar mais, afinal, a demanda está lá. Basta saber aproveitá-la.

Analise seu mix de produtos: identifique qual está mais adequado para aquela data ou estação e coloque-o em evidência;

Crie ações promocionais: todo mundo gosta de ganhar alguma coisa, seja um desconto, um brinde, um frete grátis – ações como essas ajudam a aumentar o seu ticket médio;

Divulgue – as: redes sociais estão ai para ser sua vitrine digital 24 horas por dia. Divulgar seus produtos e serviços é fundamental para vender mais;

Esteja preparado para a demanda: tanto do seu estoque quanto seus canais de atendimento, todos devem estar funcionando perfeitamente para que seu cliente tenha uma compra sem dores de cabeça.

Quer saber mais dicas de como aproveitar as datas comemorativas para vender mais? Me envie um e-mail [email protected]

Quer saber mais dicas de como aproveitar as datas comemorativas para vender mais? Me envie um e-mail [email protected]

Mercado Vegano cresce: mais consciência e mais consumo

Estima-se que no Brasil quase 5 milhões de pessoas já pratiquem o veganismo, um modo de viver resumido pelo não consumo de produtos de origem animal ou testados em animais. Alimentos, roupas, cosméticos, calçados e acessórios, entre outros ítens com estas características. Normalmente os seus adeptos têm motivações ideológicas e ambientais.

O movimento “vegan”, ou vegano, foi criado na Inglaterra em 1944 e vem ganhando espaço entre os brasileiros. Dados do Instituto Ipsos reforçam que 28% dos brasileiros têm procurado comer menos carne. Há sinais de que esse é um mercado em ascensão , segundo dados da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB). A entidade é responsável pela certificação de produtos veganos no Brasil, selo entregue mediante uma análise rigorosa da cadeia produtiva, com taxas que variam de R$ 300 a R$ 1 mil, dependendo do tamanho da empresa.

Em São José dos Campos, a empresária Camila Sanches, da Família Verde Vegana, decidiu atuar no mercado. A microempresa familiar e vegana, comercializa esses produtos e é a primeira do Vale do Paraíba neste gênero. Vem ver meu bate papo com a Camila que me contou tudo sobre como é atuar neste segmento: