Empreendendo no Brasil: Como é abrir um negócio no país?

Quem passa pela rua 9 de Julho, na Vila Adyanna, em São José dos Campos, nem imagina que ali, exista um espaço destinado, exclusivamente, à gastronomia italiana.

O restaurante, aberto há seis meses por dois imigrantes italianos, Antonio Oteri e Riccardo Pace, nasceu da vontade deles de abrirem um negócio para comercializar a cultura e a comida típica de origem.

De acordo com um levantamento realizado pelo Observatório da Migrações em São Paulo, da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), em 2016, dos 645 municípios paulistas, 580 municípios registraram a presença de imigrantes.

Numa conversa descontraída com Antonio Oteri, descobri um pouco quais os desafios de empreender no nosso país. Aperta o play:

Como é empreender no Brasil? No Vale Empreender desta semana, a especialista em gestão de negócios Vivian Sant’Anna bate papo com o empresário italiano Antonio Oteri, da Forneria Romana, que escolheu São José dos Campos para abrir seu negócio.VIVIAN: https://www.facebook.com/santannavivian/FORNERIA: https://www.facebook.com/ForneriaRomanasjc/

Publicado por O VALE em Quarta-feira, 14 de agosto de 2019

A DEPRESSÃO SERÁ A MAIOR CAUSA DE AFASTAMENTO DO TRABALHO EM TODO O MUNDO EM 2020

Photo by Alex Ivashenko on Unsplash

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão será a maior causa de afastamento do trabalho em todo o mundo em 2020. A perda de produtividade em decorrência de transtornos depressivos e de ansiedade devem representar um custo aproximado de US$ 1 trilhão (cerca de R$ 2,24 tri) por ano, que afetará drasticamente a economia mundial.

Fiquei assustada quando me deparei com esses números ao assistir a nova série de Fantástico, “Não tá tudo bem, mas vai ficar”. Os dados revelam mais do que nunca que as empresas precisam urgentemente repensar no modelo de gestão de seus negócios. Investir em bem-estar dos colaboradores não é gasto e sim, investimento. Como já falei diversas vezes em outros posts aqui no Blog Você Empreendedor.

Isso porque quem está feliz trabalha de forma mais produtiva. É bom para o empreendedor, para a empresa e para os funcionários. Que tal começar hoje mesmo a motivar seus colaboradores?

Separei algumas dicas que com certeza não vão interferir no orçamento e vão deixar sua equipe muito mais produtiva e motivada.

1 – O primeiro passo para incentivar seus funcionários é fazer com que eles saibam que o trabalho deles é importante. Lembre-os que são peças essências para a engrenagem funcionar;

2 – O feedback positivo é mais do que essencial. Muitos empreendedores só falam com seus colaboradores na hora de dar más notícias, ou uma bronca. Fazer reuniões para falar dos bons resultados e elogiar o trabalho que está sendo feito é tão importante quanto, mesmo que sejam conquistas pequenas;

3 – Você não precisa gastar muito dinheiro para motiva-los e sim investir parte do seu tempo para conhece-los de perto – o que os incomoda, porque eles estão trabalhando ali, qual é a sua história?

Ah! Vale lembrar também no bem-estar do empreendedor. Se ele não estiver bem provavelmente não conseguirá transmitir o que precisa para sua equipe. Encontrar o equilíbrio num ambiente de incerteza e altos e baixos é essencial para cuidar de si, da sua empresa e da sua equipe!