Mercado Vegano cresce: mais consciência e mais consumo

Estima-se que no Brasil quase 5 milhões de pessoas já pratiquem o veganismo, um modo de viver resumido pelo não consumo de produtos de origem animal ou testados em animais. Alimentos, roupas, cosméticos, calçados e acessórios, entre outros ítens com estas características. Normalmente os seus adeptos têm motivações ideológicas e ambientais.

O movimento “vegan”, ou vegano, foi criado na Inglaterra em 1944 e vem ganhando espaço entre os brasileiros. Dados do Instituto Ipsos reforçam que 28% dos brasileiros têm procurado comer menos carne. Há sinais de que esse é um mercado em ascensão , segundo dados da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB). A entidade é responsável pela certificação de produtos veganos no Brasil, selo entregue mediante uma análise rigorosa da cadeia produtiva, com taxas que variam de R$ 300 a R$ 1 mil, dependendo do tamanho da empresa.

Em São José dos Campos, a empresária Camila Sanches, da Família Verde Vegana, decidiu atuar no mercado. A microempresa familiar e vegana, comercializa esses produtos e é a primeira do Vale do Paraíba neste gênero. Vem ver meu bate papo com a Camila que me contou tudo sobre como é atuar neste segmento:

3 ideias sobre “Mercado Vegano cresce: mais consciência e mais consumo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *