Você sabe negociar?

Negociar (de acordo com o dicionário): lidar com negócios; transacionar comercialmente; comerciar; fazer negócio a respeito de; permutar ou vender por contrato; firmar, celebrar (acordo, ajuste, contrato etc.) [com]; promover o andamento ou a conclusão de; contratar, diligenciar.

Deu para ver que negociar tem vários significados e se analisarmos o nosso dia a dia negociamos o tempo todo. No trabalho, na empresa, dentro de casa, com a vendedora, com a família. O dia passa e no final dele negociamos com todos.

E saber negociar é fundamental tanto para a vida profissional tanto pessoal, caso contrário teremos prejuízos financeiros e também emocionais.

Mas, se perguntarmos para alguém neste exato momento se ela negociou hoje, provavelmente ela dirá não! Pois muitos ainda acreditam que negociar está relacionado apenas a ações profissionais, conquista de clientes, mudança de cargo, e por aí vai.

E você sabe negociar e reconhece essa ação no seu dia a dia? Veja o passo a passo para você começar a ser um ótimo negociador.

É importante negociar

Antes de tudo é importante reconhecer a importância de negociar. Mostre o seu valor e defenda seus interesses com seriedade. E a dica vale na vida pessoal e profissional.

Enxergue o outro

Muitos, na hora da negociação, agem como se a outra pessoa fosse um oponente. A Palavra de ordem na hora de negociar é empatia. Procure entender o que o outro precisa, por que ele está pedindo uma condição específica, aproxime-se.

Inteligência Emocional

A negociação já é uma situação mais delicada para ambos os lados, nessa hora controlar as emoções é primordial.

Empatia

Além de conhecer as próprias emoções, conhecer as do outro também é fundamental para uma negociação eficaz

Dialogue

O bom negociador é aquele que domina a habilidade de convencer a outra parte de que a opção que ele oferece é a melhor possível. Uma boa forma de fazer isso é descobrindo o que o outro lado quer. Se você está negociando com um cliente, por exemplo, e ele pede um desconto, é importante entender o porquê.

O corpo fala

Ficar atento aos sinais do outro é importante. Os sinais corporais mostram se a outra pessoa ficou satisfeita ou não com a sua proposta. Um sinal claro de que você fez uma boa oferta é quando a pessoa se aproxima da mesa, ou se ela respira antes de falar. Isso quer dizer que ela gostou. Por outro lado, se ela se afasta, tira as mãos da mesa, cruza os braços, naquele momento ela se sentiu ameaçada.

Manipule com honestidade

Em uma negociação é preciso manipular o outro convencendo-o que a sua oferta é a melhor o opção. Mas de nada vale se isso é feito com mentiras. A honestidade nessa situação é essencial.

Atendimento personalizado: Por que ele faz tanta diferença no negócio?

Bate papo com a empresária do ramo da beleza Fernanda Valadares

O atendimento personalizado é um diferencial competitivo para as empresas e um fator decisivo na satisfação dos clientes. A personalização tem ganhado espaço em todos os segmentos, inclusive no mercado de estética. Não é para menos, afinal a estética está relacionada diretamente ao bem-estar.

Claro, que todos os outros aspectos também contam. Investir em tecnologia e inovação, atualizar-se sempre procurando oferecer os melhores serviços e lançamentos, além de estar bem alinhada com a equipe, afinal, são os seus colaboradores que estarão a maior parte do tempo em contato com a clientela.


E nesse cenário o importante mesmo é apresentar diferenciais, já que o mercado de estética cresce a cada dia, movimentando anualmente, segundo Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), mais de R$ 38 bilhões.

E quem segue a cartilha, colhe frutos. É o caso da empresária Fernanda Valadares, proprietária do centro de estética que leva seu nome no Jardim Aquarius. Ela começou prestando serviços em salões e centros de beleza de terceiros. Depois de algum tempo, resolveu investir no próprio negócio e abriu um sala para atendimento na Vila Ema.

“No começo eu não tinha muitas clientes e foi bem difícil. O boom mesmo veio após fazer um anúncio nessas revistinhas de bairro. No dia seguinte eu estava com a agenda lotada!”, relembra Fernanda.

(É como sempre digo aqui  no Blog, a comunicação é importantíssima para o sucesso da sua empresa, saiba mais no texto: https://voceempreendedor.ovale.com.br/5-dicas-fundamentais-para-alavancar-suas-vendas/)

Hoje com o próprio centro de estética Fernanda está sempre atualizada. E o seu diferencial? É exatamente o atendimento personalizado e humanizado.

“Aqui os clientes são acolhidos e os profissionais treinados para oferecer um atendimento diferenciado. Como? Nós ganhamos a confiança do nosso cliente, conversando e entendendo suas necessidades para aquele momento. Desse modo deixamos –os sempre confortável durante sua estadia conosco”, conta Fernanda.

Quer conhecer melhor a história da empresária? Vem ler o nosso bate papo:

Vivian Sant’Anna: Como foi a transição de trabalhar para alguém e abrir a própria empresa?
Foi difícil, pois trabalhar sozinha (empreender), não é fácil. No começo não tinha muitas clientes e quase desisti. Mas, depois que fiz um anúncio com uma foto ante e depois nessas revistas de bairro o meu negócio deslanchou. As pessoas gostam de visualizar o trabalho para ganhar mais confiança no que você faz. Hoje o meu boca a boca é muito forte e as redes sociais são minha vitrine.  


Vivian Sant’Anna: Quais foram as maiores dificuldades nesse processo?
Lançar a empresa no mercado e torná-la visível. Quando a gente abre um negócio, a gente não sabe muito bem como contar para as pessoas o quão bom somos naquilo.

Vivian Sant’Anna: Você especificamente trabalha com sobrancelhas, como foi a escolha dos outros serviços que seriam oferecidos na sua clínica?
Antes de montar o meu centro de estética, me tornei expert em design de sobrancelhas e micropigmentação e em paralelo fiz um curso técnico em estética facial e corporal no SENAC.
Devido à alta procura em design de sobrancelhas e micropigmentação sobrancelhas, olhos e lábios, tive que delegar os outros serviços a uma equipe especializada.

Vivian Sant’Anna: Quais foram às necessidades de aperfeiçoamento técnico que você sentiu ao longo do caminho?
O primeiro curso serviu apenas de base, exigindo de mim um aperfeiçoamento cada vez maior, em busca do “novo”, afinal, aprender nunca é demais e é essencial para evoluirmos sempre.

Vivian Sant’Anna: A sua filha trabalha com você, como fica o relacionamento familiar nessa hora?
Na empresa colocamos o profissionalismo em primeiro plano. Não existe existe mãe e filha, mas sim duas profissionais que buscam o crescimento da Fernanda Valadares Estética.

Vivian Sant’Anna: Qual dica você daria para quem está com medo de apostar no próprio negócio por medo da crise?
Ter visão e elaborar um plano de negócio bem estruturado é fundamental. Depois gostar do que faz, e focar na excelência e não no dinheiro. Quando focamos em entregar resultados, o dinheiro é consequência.

 

Digital Influencer: Como se tornar popular na internet e influenciar pessoas?

Imagem

 

Não se fala em outra coisa. Quem vive no mundo da Internet, Instagram e Facebook sempre se depara com eles: pessoas com milhares de seguidores, que ganham várias coisas legais, são chamados para eventos badalados e postam fotos de dar inveja em qualquer um.

Ah! E não é só isso. Muitos tem tornado a influência digital em forma de ganhar (muiiito) dinheiro. As empresas estão buscando, cada vez mais, divulgar seus produtos e serviços através de digital influencers. Atualmente, essa modalidade de publicidade é muito bem aceita e beneficia empresas e pessoas influentes que têm bastante seguidores e popularidade na web.

E afinal, quem são eles e como chegam nesse status de digital influencer? Os famosos influenciadores digitais.

Como tem muita gente ganhando dinheiro com essa nova “profissão” fui bater um papo com o jornalista e também digital influencer Gabriel Naste. Ele é de Sã

o José dos Campos e me contou como chegou onde está com mais de 70 mil seguidores. Confira: 

Vivian Sant’Anna: Trabalhar como influenciador foi algo que você planejou?

No início, não. Mas hoje, quase tudo o que estou vivendo e tendo de retorno foi planejado. As coisas na internet também acontecem com muito suor e aos poucos.

Cada um tem um caminho, mas o meu foi estudar. Fiz jornalismo, curso de cinema, de redes sociais. Não acordei de um dia para o outro com muitos seguidores. Foi no dia a dia! Costumo dizer que demorei 5 anos pra ter 70 mil seguidores do “dia pra noite”. (É que as pessoas costumam ver só quando acontece. O rascunho quase ninguém acompanhou rs)

Vivian Sant’Anna: Como foi o início desse processo?

Muuuuuuuuito difícil. Eu pensava em desistir todo santo dia. Mas era tão prazeroso – e ainda é – que eu continuava. No início ninguém botava fé. Tem que querer muito pra persistir em meio a falta de incentivo.

Vivian Sant’Anna:  O que você procura prestar atenção na hora de fazer uma postagem?

Primeiro – o que quero transmitir com aquilo. Se tá de acordo com o que estou sentindo, se é curioso, interessante, inspirador, divertido…

Segundo – a qualidade da foto ou vídeo.

E terceiro (não sempre) – se vai compôr o feed. Se combina com a identidade visual das outras fotos e vídeos.

Vivian Sant’Anna:  Existe uma distinção entre o Gabriel que a gente vê no instagram e a vida pessoal do Gabriel. Você tem algum tipo de preocupação em proteger algum tipo de informação?

Eu sou extremamente ansioso. Por dentro sou um turbilhão!!! Mas nas redes dizem que transpareço sem leve, zen (risos). Tenho preocupação em proteger relações familiares e amigos que não trabalham/vivem com isso.

Vivian Sant’Anna:  Que conselho você daria para quem quer começar?

Não tenham pressa. Sejam exatamente como são. (Só existe você assim no mundo e isso é o mais legal.) As pessoas vão gostar – ou não – de quem você é! Vão se identificar com você através dos seus “defeitos”, problemas, bom humor, personalidade… Todo mundo tem algo interessante – apesar de não achar – pra dividir. O desafio é só encontrar. Se inspire em pessoas que admira e acompanhem os passos delas.

Vivian Sant’Anna:  Quais são os seus projetos para o futuro?

Tem algumas novidades e coisas que NUNCA imaginei que fossem acontecer vindo por aí, mas como sou muito ansioso, prefiro ir vivendo um dia por vez.

 

 

5 erros que a mulheres cometem no trabalho que as impedem de serem promovidas

Imagem

Não é de hoje que ouvimos sobre as dificuldades das mulheres no mercado de trabalho. Exemplo disso é o relatório do Fórum Econômico Mundial que afirma que a igualdade de gêneros só será possível em 2095 e que a disparidade, quando se trata de participação econômica e oportunidades para as mulheres, gira em torno de 60%.

Assim, o questionamento é: há uma forma de reverter esse cenário? Sim. Há algumas atitudes que podem ser evitadas pelas mulheres no ambiente de trabalho, dando à elas mais espaço e voz.

Confira algumas dicas:

Medo da rejeição

Pense em quantas vezes você deixou de fazer algo por medo da reação de outras pessoas. Muitas vezes esse medo direciona não só seus objetivos como suas ações impedindo que você corra atrás do que você realmente quer e merece.


Necessidade de perfeição

A busca pela perfeição impede a ação. Muitas vezes você deixa de mandar um currículo, uma proposta ou de se candidatar para um novo desafio por medo de não estar pronta, de faltar alguma formação, entre outros motivos. Pois bem, abandone essa necessidade se quiser melhorar seus resultados.


Ser muito dura consigo mesma quando as coisas não vão bem

Sabe aqueles momentos em que você faz algo errado ou está apenas em um momento ruim da sua vida?  As mulheres geralmente não cansam de se desculpar e ficam o tempo todo com pensamentos destrutivos, como não se achar boa o suficiente ou até mesmo ficar imaginando as coisas que poderiam ter sido diferentes. Concentre-se no que você pode mudar, melhorar ou controlar e siga em frente! Ninguém está pensando tanto assim em você.


Apresentar suas ideias em forma de perguntas e não de afirmações.

Já reparou como isso é automático em nossas vidas? Em um relacionamento essa tática pode ser extremamente proveitosa, mas já parou para pensar o quanto dela você transfere para as relações profissionais? Dizer: “O que você acha de fazermos uma reunião?” ou “Poderíamos estender o prazo para esse projeto?” Quando você coloca suas ideias em forma de dúvida, coloca em dúvida também a qualidade delas, além da sua capacidade autoconfiança. Modifique a maneira de apresentar suas ideias principalmente no ambiente profissional.


Não dão permissão a si mesmas de amadurecer

É difícil de entender, mas as mensagens que você ouviu durante a sua infância dizendo para ser uma boa menina, permanecem até hoje no seu comportamento. Tenha uma boa conversa consigo mesma e organize sua vida para satisfazer seus desejos e necessidades.

Como separar as contas pessoais das da empresa?

Imagem

 

Quando se abre um negócio fica cada vez mais difícil diferenciar o que são despesas pessoais e o que são despesas da empresa. E quando as coisas se misturam muito é mais complicado mensurar os resultados do seu negócio. Talvez um produto ou serviço não dão o lucro que você imagina, mas por calcular os gastos de maneira incorreta fica com a impressão de que está tudo certo!

Quando você almoça com um cliente costuma lançar as despesas desse almoço no movimento da sua empresa? A gasolina do seu carro, a manutenção? Você coloca tudo no papel e inclui no cálculo de despesas mensais? Como você dilui esses custos e insere no preço final dos seus produtos e serviços?

Por menor que seja sua empresa, um caderno, uma planilha ou até mesmo um sistema que possa te ajudar a visualizar esses custos é bem-vindo.

Comece devagar, mas não pare: Pode dar trabalho e ser chato no começo, mas uma vez que você escolheu esse caminho essa função é inevitável.

Tenha o seu controle: A internet é uma excelente ferramenta para te ajudar nesse início. Anote tudo, mesmo aqueles gastos que ache irrelevantes.

Entenda de números: Acredite eu já tive um pensamento de que números não eram para mim e precisei entender que eles são importantes para que eu continue fazendo o que eu amo e se você está começando sua empreitada acredite, eles são importantes.

Entenda de fórmulas: Não aquelas que você aprendeu na escola, mas as que ajudam o Excel a calcular o que você precisa. Também com ajuda da internet você conseguirá encontrar o que precisa. Já ajudei empresas a organizarem cada passo do seu processo de trabalho em uma planilha de Excel.